Quinta-feira, 5 de Março de 2009

TELEVISÃO

 

Ontem, à noite, logo a seguir ao telejornal da RTP1 fomos assaltados por um programa de objectivos insondáveis e qualidade inexistente. O referido programa chamava-se, qualquer coisa como a “Menina da Pena” e pretendia ser uma reportagem sobre a visão do mundo de uma criança de oito anos que vive numa mini-aldeia no concelho de S. Pedro do Sul.
 
O que é que consegui retirar daquilo (sim, não mudei de canal.... vi até ao fim)? Que uma inocente menina que vive atrás do sol posto foi alvo de uma lavagem cerebral, de modo a poder enunciar as vantagens e alegrias da vida por entre os calhaus.
 
A vida difícil que nós – os citadinos – temos é digna de nota. O trânsito que nos faz ficar malucos e os hambúrguer que obrigamos os nossos filhos a comer a todas as refeições, todos os dias, são apenas pequenos exemplos da nossa vida miserável.
 
Além do mais, nenhum de nós, e muito menos as nossas crianças, poderá, ao fim do dia, gritar LIBERDADE, NATUREZA, PAI, MÃE E AVÓ enquanto corre de braços no ar por montes  e vales.... esta, sim, é a grande causa da nossa infelicidade.... e razão da nossa falta de espontaneidade.
 

Perante isto surge a questão

 

MAS A GENTE FEZ MAL A ALGUÉM? 

sinto-me:
publicado por Lourencinha às 16:54

link do post | dar sentença | favorito
3 sentenças:
De antiego a 10 de Março de 2009 às 12:32
Bolas, mas existe algum sentido aqui?
De sissaav a 10 de Março de 2009 às 20:46
Isso não é bem assim, eu fui criada na serra de Monchique (mas mesmo na serra, o meu vizinho mais proximo era a uns 2 kilometros) e posso garantir que tive uma infância fenomenal, brincava com os animais, corria pela serra monte a cima pedra abaixo, nem sabia o que era uma pizza nem um burguer.
Foi muito fixe, depois vim pra cidade e é tudo diferente, passados uns 2 anos de cá viver era basicamente alergica a tudo, fazia-me confusão os miudos da minha idade terem medo de tudo.
Hoje com 30 anos um dos meus grandes sonhos era ter uma casinha no campo (mas perto da cidade).
De Lourencinha a 10 de Março de 2009 às 21:03
não digo que não (passo o pleonasmo)... o post não critica a vida no campo... apenas fala de uma reportagem "muito forçada" e pouco espontanea. eu adoro o campo!

dar sentença

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. ...

. Da casmurrice

. Free Hugs in Lisbon

. Da ZON

. Querem ver?

. Por acaso,

. Pois...

. Amazing

. Olá, voltei!

.arquivos

. Junho 2014

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Espreitadelas

Powered by website analytics technology.

.Quem está cá

online

.Quem me linka

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Todas as fotos tiradas da net, estão devidamente identificadas (desculpem, mas nem sempre consigo perceber quem é o respectivo fotógrafo).

Os textos que não forem da minha autoria, também serão devidamente identificados.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
blogs SAPO

.subscrever feeds