Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

Pombos

Hoje de manhã, na rua a caminho do metro, vejo uma senhora com um saquinho de plástico na mão a ser recebida por uma enorme comitiva de pombos. É que eles já a conhecem. É a senhora que caridosamente, todos os dias, lhes vai levar papo-secos para o pequeno-almoço.

 

Ora, ignorando qualquer ideia ou comentário romântico acerca da generosidade desta senhora, a única coisa que me saiu da boca (e que a meia-dúzia de gatos pingados que estava comigo na rua ouviu) foi: “já cá faltava a asneira, agora alimentar ratos com asas! “

E isto não se deve a mau feitio. Por muito bonitas que sejam as pombinhas da Cat’rina, não é preciso tirar cursos para saber que os pombos (que se reproduzem quase como coelhos) são uma verdadeira ameaça à saúde pública. Basta consultar a wikipédia para ficarmos a saber que o pombo “é considerado um grave problema ambiental, pois compete por alimento com as espécies nativas, danifica monumentos com suas fezes e pode transmitir doenças ao homem. Até recentemente 57 doenças eram catalogadas como transmitidas pelos pombos, tais como: histoplasmose, salmonella, criptococose.

 

Perante isto, gostaria de saber se aquela senhora que, todos os dias de manhã vai dar pãozinho aos pombos, madrugaria para dar queijo aos ratos...

tags:
publicado por Lourencinha às 11:19

link do post | dar sentença | favorito
|
2 sentenças:
De angelasoeiro a 11 de Fevereiro de 2011 às 15:51
Pela Tag vi que falas de Lisboa, é que cá em Espinho city temos um caso igualzinho... pelas 9:30 da manhã lá vai a senhora... e os pombos (que tb a conhecem) atrás...
De EstranhoAmor a 15 de Fevereiro de 2011 às 15:42
Tem toda a razão.
Os pombos mataram a minha mãe. Tinha um pombal e estava sempre lá metida, encheu os pulmões de penugem ou lá o que era, começou a ter problemas respiratórios e acabou por morrer.
Contudo aceita-se como desculpável o facto de ser desconhecedora desses malefícios, Foi num tempo que nada se sabia, mas já não se desculpa alguém nos dias de hoje com tanta informação.
Felizmente que a minha mulher não alinhava muito com bichos de penas, como ela dizia, e gostava dos outros que eu lhe mostrava dentro da savana correndo e caçando por ali. Esses ela adorava. Sempre foi uma senhora de um saudável discernimento.
Desculpe a natureza do comentário, mas ainda são efeitos do dia dos namorados. Romantismo. Pelo menos, a intenção ao inseri-lo foi romanesca.
He he...

dar sentença

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. ...

. Da casmurrice

. Free Hugs in Lisbon

. Da ZON

. Querem ver?

. Por acaso,

. Pois...

. Amazing

. Olá, voltei!

.arquivos

. Junho 2014

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Espreitadelas

Powered by website analytics technology.

.Quem está cá

online

.Quem me linka

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Todas as fotos tiradas da net, estão devidamente identificadas (desculpem, mas nem sempre consigo perceber quem é o respectivo fotógrafo).

Os textos que não forem da minha autoria, também serão devidamente identificados.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
blogs SAPO

.subscrever feeds